Os dois espetáculos realizados pela fadista Mariana em terras helvéticas foram um sucesso, afirmando-se pelo estilo próprio, voz singular, comunicabilidade e simpatia envolventes. Acompanhada por Samuel Cabral e Celestino Mendes, na guitarra, e Carlos Nogueira, na viola, e partilhando o palco com os fadistas Cristina Fernandes e Edgar Tavares a jovem Mariana encantou o público que esgotou as duas salas: no dia 29 de novembro de 2013, no restaurante Rialto, em Clarens; no dia 30, no Centro Português de Payerne, onde foi entusiasticamente acarinhada pela comunidade portuguesa e “apadrinhada” pela “diva” do Fado por terras helvéticas, Mariana Lopes Correia.